O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Casal poços-caldense fala de dificuldades em tempos de quarentena em Nova York

Sonia e Haroldo no desafio da quarentena em N.Y.

Não é tarefa fácil, mas Sonia e Haroldo tentam superar desafios em Nova York . Diário de confinamento.

Eles estão literalmente trancados em casa há duas semanas, com saídas rápidas ao supermercado e realizar necessidades essenciais, vez em quando arriscando uma possível caminhada. Tudo com muito cuidado, afinal, residem na cidade de Katonah, em Nova York – a situação está crítica por lá.

De acordo com os números da Universidade Johns Hopkins, 1.169 pessoas morreram entre as 20h30 de quarta-feira e as 21h30 de quinta-feira, mais do que qualquer outro país do mundo. Momento crítico para os EUA.

Ficar em casa e reinventar no convívio 24 horas

Sonia Gonçalves Bruschi e Haroldo de Oliveira Bruschi, contam ao BLOG que mudaram a rotina de vida com a chegada do coronavírus, optando em ver filme, organizar a casa, enfim, nada do que era feito antes. O casal não tem filhos.

Uma pausa para o cafezinho vai muito bem

Ver bons filmes ajuda a passar o tempo
‘Tínhamos uma vida social ativa, indo ao cinema, restaurante ou visitar amigos e também recebê-los em nossa casa. Tudo isso acabou. Estamos fechados em casa, vez em quando saio para atender clientes”, relata Sonia, que trabalha com estética de cabelo.


Casal aproveita para caminhar com Chloe (cachorrinha)
Haroldo que trabalha na pintura também está com as atividades limitadas. O trabalho anda escasso: “está tudo parado. O jeito é aguardar e ver o que acontece”.

Mas a grande vantagem em meio ao caos e medo instalados em Nova York, é o contato frequente com as famílias em Poços de Caldas. Segundo o casal, tempo de sobra para falar com os pais, o que antes era complicado.

Segundo Sonia, as autoridades americanas informaram que a quarentena deve se estender até o dia 30 de abril, portanto, “estamos confiantes para que tudo acabe bem”.

Adiantou o casal que o pedido para auxilio desemprego cresceu assustadoramente nas últimas semanas nos EUA. Muitas pessoas perderam emprego e estão sem recursos financeiros.

Walther Alvarenga

#NãoSaiadeCasa



Nenhum comentário