O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

8 mulheres desaparecem por dia no Peru. População acusa polícia de omissão.


A situação agravou-se durante o confinamento, imposto entre 16 de março e 30 de junho em todo o país, com o número que sobe para oito desaparecimentos por dia.

O que está acontecendo no Peru? O que preocupa as autoridades do país é o número de mulheres que desaparecem diariamente – oito mulheres por dia –, segundo dados da Justiça peruana. Os sumiços vêm sendo considerados como fenômeno. Pois até o momento não há um consenso sobre o que está ocorrendo.

O desaparecimento de mulheres é um problema recorrente no país, que conta 33 milhões de habitantes. Segundo dados do gabinete do provedor de Justiça, em 2019 desapareceram, em média, cinco mulheres por dia.

A situação agravou-se durante o confinamento, imposto entre 16 de março e 30 de junho em todo o país, com o número que sobe para oito desaparecimentos por dia. Neste período, desapareceram 915 peruanas, 70% das quais menores.

Os familiares das vítimas e grupos de defesa dos direitos das mulheres acusam a polícia de não investigar os desaparecimentos, a pretexto de que deixaram as famílias voluntariamente, apesar da elevada taxa de assassinatos de mulheres no país e das redes de tráfico de seres humanos e de prostituição.

Em 2019, segundo a polícia do Peru, foram assassinadas 166 mulheres no país. Um em cada dez casos tinha sido denunciado às autoridades como desaparecimento, de acordo com o provedor de Justiça.

Desde o início da pandemia, o Peru registou 498.555 infeções e 21.713 mortes por Covid-19, incluindo 212 óbitos nas últimas 24 horas, um novo máximo diário. As autoridades vão impor um novo recolher obrigatório dominical a partir de 16 de agosto, tendo proibido igualmente as reuniões familiares, principal fonte de contágio com o novo coronavírus no país.

Walther Alvarenga

#NãoSaiadeCasa

Nenhum comentário