O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Brasileira, em Orlando, salva garoto de 11 anos de agressões cometidas pelos pais!

 

Flaviane Carvalho, gerente do “Mrs Potato Restaurant”, em Orlando, vem sendo aclamada heroína brasileira por salvar garoto de 11 anos das agressões do padrasto e da mãe. O menino era espancado em casa, pendurado de cabeça para baixo e tinha hematomas por todo corpo. Não teve o direito de comer com a família no restaurante, surgindo Flaviane para resgata-lo

 

A gerente Flaviane Carvalho, do “Mrs Potato Restaurant”, em Orlando, aclamada 'Heroína brasileira' pela mídia e pela comunidade, ao salvar um garoto de 11 anos da ira da mãe e do padrasto – era espancado e hostilizado em casa. O menino usava máscara, óculos e o capuz do casaco na cabeça, não era possível ver com precisão o seu rosto, ao adentrar-se com a família no restaurante. 

Flaviane atendeu a mesa, anotou os pedidos, mas percebeu que havia algo errado: todos daquela família escolheram um prato, exceto garotinho de óculos – todos receberam comida, ele não. E quando voltou à mesa intrigada para perguntar ao menino o que ele queria comer, rispidamente o padrasto a interrompeu e disse: ‘’Ele vai comer em casa!”

Flaviane, que é mãe, conta que sentiu constrangimento e medo no olhar do menino – precisava socorrê-lo. Era 1º de janeiro de 2021 quando tudo aconteceu. A gerente usou de uma tática inusitada para então falar com o garoto, sem chamar a atenção dos pais. Escreveu um bilhete e mostrou ao menino.

“Você precisa de ajuda?” Primeiro ela escreveu: “Are you ok?” (Você está bem?), quando ele movimentou a cabeça, respondendo que não.

 

Relato de Flaviane, impressiona!

Flaviane sabia que o menino estava amedrontado e precisava de ajuda imediata. Foi então que percebeu um arranhão entre as suas sobrancelhas, e hematomas ao lado do olho e no braço. Não teve dúvidas, imediatamente acionou a polícia. A gerente ligou para o 911 e explicou a situação. Os policiais chegaram rapidamente ao restaurante e prenderam a mãe e o padrasto, o garoto foi resgatado.

Foi um gesto de coragem e impetuosidade de Flaviane, aclamada 'heroína brasileira', que salvou uma criança de 11 anos das agressões e atrocidades. E, não fosse a destemida gerente, possivelmente, quando chegasse em casa, o garoto seria espancado e, sabe se lá, vítima de outros abusos.

Segundo explicou Rafaela, proprietária do “Mrs. Potato “, aquele 1º de janeiro era folga de Flaviane, mas com a falta de um funcionário, a gerente decidiu substitui-lo. Outro detalhe, segundo relatou Flaviane, a família estava sentada na única mesa do restaurante de onde era possível se comunicar com o garoto, sem que as outras pessoas vissem.

 

Na coletiva de imprensa da polícia de Orlando, Flaviane Carvalho recebeu cumprimentos e elogios pela perspicácia diante de um fato delicado, constrangedor, envolvendo um garoto de 11 anos e seus pais. Ela, sem dúvida, salvou a vida do menino.

A detetive Erin Lawler, que conversou com o garoto, relatou atos abusivos pelas quais ele foi submetido: apanhava do padrasto, que às vezes usava uma vassoura. Era pendurado de cabeça para baixo, preso pelos tornozelos, no batente de uma porta.

 E quando os pais foram presos, o menino relatou que sentia muita dor, e havia hematomas em várias partes do seu corpo. O padrasto e a mãe estão sendo acusados de maus tratos e negligência infantil.

Parabéns, Flaviane! Heroína brasileira!

 Walther Alvarenga

 

Nenhum comentário