Karina Bacchi desafia Trump: terá filho nos EUA.


Karina Bacchi aposta no futuro do filho nos EUA


A atriz dará à luz a qualquer momento em Miami

De olho no futuro do filho nos EUA, Karina Bacchi pode dar à luz a qualquer momento em Miami, contando com o apoio da família. Ela foi categórica ao afirmar que não pretende viver no reduto de Donald Trump, apenas desfrutar dos benefícios que o menino terá quando nascer: cuidados médicos de graça e cidadania americana.

Essa prática de mulheres grávidas irem para os EUA até um mês antes de dar à luz, para que a criança nasça em território americano e obtenha a cidadania,  se intensificou   há três anos. Karina Bacchi não é a primeira grávida a fazer isso.

O fato foi alertado pelas autoridades americanas, devido ao contingente de mulheres grávidas que chegam ao país, mas nada pôde ser feito. É um direito, garante a Constituição americana.

Para quem não se lembra, quando candidato à presidente dos EUA, Donald Trump em seus discursos inflamados, prometeu pelos quatro cantos de país alterar a Constituição, tirando o direito de  filho de pais estrangeiros ser registrado como cidadão americano. “Isso é uma afronta aos americanos”, ameaçava o republicano.

Atriz conta com apoio da família nos EUA


E diante das garantias americanas, o filho de Karina Bacchi será registrado cidadão americano assim que nascer. Um direito garantido.

A atriz revelou que seu primeiro filho, concebido através de “produção independente” por meio de um doador de sêmen dos Estados Unidos, nascerá em Miami. A atriz conta com auxílio do advogado Alexandre Piquet, alegando que tudo vem sendo feito dentro da legalidade e que o objetivo é que o bebê tenha a nacionalidade americana para ter mais opções no futuro.


Walther Alvarenga

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.