Garoto desafia ciência: Esfinge Gizé tem a chave que pode mudar vida além da Terra.

Desde menino Boriska desafia cientistas e diz que nasceu em Marte
Boriska diz que nasceu em Marte e tem grande conhecimento do espaço
Boriska Kipriyanovich, de 20 anos, é um gênio russo que confunde especialistas no mundo ao afirmar que era marciano e que a vida na Terra mudará quando um dispositivo, que se encontra na Esfinge Gizé, no Egito, for "destrancado".
Pode parecer roteiro de filme de ficção, mas o fato é que Boriska tem conhecimentos do espaço que deixam todos que o ouvem estarrecidos. Desde criança, segundo os pais do garoto, ele já demonstrava ser uma criança especial. Ele desafia historiadores.
Durante a Mars City Design, que organiza anualmente uma competição entre equipes de todo o mundo – apresentação de conceitos para as futuras cidades marcianas -, Boriska voltou a surpreender.
Aos 20 anos, Boriska diz que segredo está na Esfinge Gizé
Ele afirma ter voado para o antigo Egito como piloto. Fala categoricamente que os marcianos têm uma conexão forte com os antigos egípcios na Terra. A vida na Terra mudará quando a Grande Esfinge em Gizé for "desbloqueada", desafia.
Ele acrescentou que o mecanismo de abertura está por trás do ouvido de Gizé, intrigando especialistas no assunto.
"A vida humana mudará quando a Esfinge for aberta, tem um mecanismo de abertura em algum lugar atrás da orelha; Não me lembro onde exatamente," relata.
Kipriyanovich diz que os marcianos, que medem cerca de sete metros de altura, ainda vivem no subsolo no planeta e respiram dióxido de carbono.
O jovem explica que houve uma catástrofe causada por uma guerra nuclear entre os "seres" que vivem lá. Aparentemente, havia apenas alguns sobreviventes que construíram áreas de proteção e construíram novas armas, então ele afirma.
Também diz que os marcianos são imortais e impedem o envelhecimento na idade de 35 anos. Relata que são tecnologicamente avançados e capazes de viajar interestelar.
Os pais de Boriska Kipriyanovich afirmam que ele falou apenas alguns meses depois de ter nascido, surpreendendo os médicos, inclusive a sua mãe, que também é médica.  
Aos dois anos de idade, relatam os pais, Boriska  já lia, escrevia e desenhava. No jardim de infância, seus professores perceberam seus incríveis talentos de escrita e linguagem, além de habilidades de memória surpreendentes.
Sua mãe e seu pai afirmam que nunca lhe ensinaram algo sobre o espaço quando criança, mas ele falava sobre Marte. Dizia ter nascido em Marte.

Walther Alvarenga

7 comentários:

Tecnologia do Blogger.