Bavária não quer imigrantes na Alemanha. Jatos e policiais unidos na deportação.

Markus Söder vai usar jatos particulares para deportar imigrantes

O primeiro-ministro Markus Söder desafia política de Angela Merkel
O Markus Söder, da Alemanha, declarou planos de usar luxuosos jatos particulares para deportar pessoas rejeitadas, em uma tentativa de provocar Angela Merkel sobre as políticas liberais de imigração da Alemanha.
Söder, o primeiro-ministro da Baviera, tem continuamente criticado Angela Merkel por suas relaxadas regras de imigração, e prometeu tomar medidas unilaterais contra migrantes que chegam ao conservador estado do sul da Alemanha.
Bavária contesta política de Angela Merkel 
Nesta terça-feira, Söder declarou planos de tomar medidas contra os imigrantes que pedem asilo, depois das informações de  que 1.200 tinham ilegalmente o direito de permanecer na Alemanha.
O objetivo é acelerar tanto o processo de asilo quanto as deportações para aqueles com proteção negada. A Bavária também quer operar seus voos fretados para deportar imigrantes.
O premier bávaro anunciou limites rígidos para pagamentos em dinheiro para imigrantes e planos para aumentar as deportações, bem como novas regras para manter imigrantes em busca de asilo em centros de detenção.
"Queremos mostrar que o estado de direito aqui é funcional e pode ser um modelo para toda a Alemanha. Queremos aumentar a pressão de deportação em conjunto, tornando-se um modelo para outros estados federais”, argumentou.
Segundo Markus Söder, “isso organizaria a deportação para que seja significativamente mais eficaz e mais direcionada”.
Söder não explicou mais detalhes, quanto ao número de aviões envolvidos, mas acrescentou que a nova estratégia da Baviera seria melhor do que esperar por procedimentos burocráticos federais mais complicados.
Ele também acrescentou que a política inevitavelmente tornaria a Bavária um lugar menos atraente para os requerentes de asilo.
O forte contraste entre o partido da União Social Cristã (CSU) da Baviera e a política de imigração de Christian Merkel (CDU) começou em 2015, quando a Bavária reagiu quanto a política de portas abertas da Alemanha, recebeu cerca de um milhão de imigrantes no país.
Söder planeja treinar mil novos policiais para monitorar a riqueza da fronteira do estado do sul com a Áustria, além de estabelecer sete centros de detenção para imigrantes até que as autoridades tomem suas decisões sobre seus pedidos de asilo. 
Walther Alvarenga


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.