Mergulhadores realizaram o impossível na operação que salvou 12 crianças e técnico

Mikko Paasi, no centro, junto dos demais colegas de mergulho.
O pensamento positivo e a determinação que salvaram 13 vidas

O mergulhador finlandês, Mikko Paasi, utilizou as redes sociais para partilhar algumas fotografias inéditas da caverna de Chiang Rai, nas Tailândia, onde é possível verificar as dificuldades que os vários voluntários e oficiais da marinha tiveram para resgatar as 12 crianças e o técnico da equipe de futebol Javalis Valentes. Todos passam bem e estão hospitalizados, recebendo cuidados médicos.

Mikko Paasi é o nome do mergulhador, natural de Helsínquia, que chegou sexta-feira a caverna de Tham Luang para ajudar nas operações de salvamento das 12 crianças e do treinador que estavam soterrados desde dia 23 de Junho em Chiang Rai.

Momentos decisivos de Mikko e demais mergulhadores
O mergulhador partilhou dia 1 de julho a primeira publicação referente ao salvamento onde divulgou um esquema de trabalho na caverna e das dificuldades que os mergulhadores e voluntários iriam passar para alcançar as crianças.

No dia seguinte Mikko publicou através de uma ferramenta do Facebook a referência a uma viagem de Luqa em Malta para Chiang Rai, província tailandesa onde se situa a caverna, que ficou famosa em todo o mundo.

Passagens estreitas e determinação pela vida
Seis dias depois Mikko Paasi voltou às redes sociais e colocou no Instagram a primeira imagem equipado e pronto para iniciar as operações de resgate das crianças, "Estamos nos preparando para trazer as crianças de volta a casa", escreveu.

Mas as imagens mais emocionantes chegaram dia 8 de Julho, domingo, dia em que as operações de resgate avançaram com sucesso. Quatro crianças foram resgatadas nesta primeira operação. "Entre a espada e a parede" escreveu o mergulhador natural de Helsínquia.

Imagens que mostram as dificuldades do resgate
"Aqueles que dizem que é impossível, não devem interromper quem está realizando o possível" escreve Mikko numa publicação em que partilha uma imagem com outros dois mergulhadores, depois de se confirmar o resgate com sucesso dos 12 meninos e do técnico da gruta em Chiang Rai. Nas operações de socorro participaram 90 mergulhadores - 40 tailandeses e 50 estrangeiros.

As publicações receberam ao longo dos últimos dias milhares de partilhas e várias pessoas deixaram mensagens de agradecimento a um dos heróis do resgate. Parabéns, Mikko, o seu trabalho e dos demais mergulhadores e equipe de apoio, foram de extrema importância para garantir a sobrevivência dos valentes Javalis Selvagens. O mundo agradece. 

Walther Alvarenga


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.