Sobe para 357 mortos, vítimas de tempestades na Índia. Têm desaparecidos.

Desespero e indefinição para famílias indianas
As chuvas torrenciais têm provocando deslizamentos e inundações
Os estragos causados pelas tempestades na Índia continua fazendo vítimas. Na contagem anterior apontava para 324 vítimas mortais, mas o número subiu nas últimas horas. As chuvas torrenciais têm-se abatido desde o final de maio em Kerala, provocando deslizamentos de terra e inundações repentinas.
Segundo dados, cerca de 350 mil pessoas tiveram que se refugiar em cerca de três mil centros de apoio. O clima é de desespero e desolamento. Famílias ainda procuram por desaparecidos.
Mas um novo balanço das autoridades indianas neste domingo, aponta para pelo menos 357 mortos na sequência das inundações que atingiram Kerala, na Índia, as mais graves em 100 anos naquele estado do sul do país.
"Desde 29 de maio, dia em que as chuvas começaram em Kerala, um total de 357 pessoas perderam as suas vidas", incluindo 33 nas últimas 24 horas, informou em comunicado o serviço de informações daquele estado.
Cerca de 350 mil pessoas tiveram que se refugiar em cerca de três mil centros de apoio. Milhares de soldados do Exército, da Marinha e da Força Aérea foram mobilizados para resgatar aqueles que estão isolados pelas águas.
O estado de Kerala, procurado pelos turistas devido às praias rodeadas de palmeiras e às plantações de chá, é afetado anualmente por fortes chuvas nessa época do ano. 
Walther Alvarenga


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.