O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Halloween mobiliza as crianças em Portugal

Crianças em Portugal preparadas para Halloween
Crianças portuguesas saem às ruas trocando travessuras por doces

As abóboras, as teias de aranha e os chapéus de bruxa tomam conta das montras. De norte a sul de Portugal, fantasmas, bruxas, zumbis e vampiros vão sair à rua. Os portugueses também celebram o Halloween.

"De uma tradição totalmente inexistente na sociedade portuguesa, o Halloween passou a um evento com alguma relevância. É um costume que está incorporado na nossa cultura a todos os níveis", destaca Mafalda Ferreira, especialista em ciências do consumo.

Mas, apesar de ser festejado por muitos - principalmente pelos mais pequenos com os seus disfarces e pedidos de doces -, poucos conhecem a história do Dia das Bruxas.

"Não me parece que haja conhecimento da tradição associada. É celebração por celebração, sem o contexto presente. Como é uma tradição que remete para as questões místicas, tem piada por isso", diz Mafalda Ferreira.

Segundo a responsável pelo Observatório de Consumo do IPAM Porto, nos últimos dez anos, houve "um crescimento sistemático a vários níveis", nomeadamente "na oferta de lazer para o segmento mais velho, de adolescentes e jovens adultos".

Nas lojas máscaras e artigos assustadores
Por outro lado, surgem cada vez mais "acessórios e uma parafernália de artigos que permitem caracterizar o dia". As marcas, prossegue, "estão muito atentas à receptividade dos consumidores a novos produtos ou eventos, pelo que conseguem criar vontade de ter objetos". Refere-se às maquiagens e aos acessórios.

O primeiro contato de Portugal com o Halloween, que há alguns anos surgia com a disciplina de Inglês, "hoje surge muito mais cedo, logo no pré-escolar".

"E o fato de estarmos mais receptivos à informação, à facilidade em perceber o que está acontecendo em outras partes do mundo, faz que as tradições passem a assumir uma perspectiva global. É por isso que vários eventos foram incorporados na cultura portuguesa", frisa Mafalda Ferreira.

As crianças em Portugal hoje à noite saem as ruas, fantasiadas, batendo de porta em porta – em área residencial -, trocando travessuras por doces.

Walther Alvarenga


Nenhum comentário