O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Prova de viagem no tempo? Pintura de 1850 mostra jovem "absorvida no smartphone".

Pintura de 350 anos intriga e vira debate: Seria um smartphone?
O quadro vem sendo debatido: jovem da pintura leva smartphone ou hinário?
A pintura da década de 1850 parece mostrar uma jovem olhando um smartphone - provocando sugestões de viagens no tempo. O quadro vem sendo debatido no Reino Unido: seria mesmo uma prova de viagem no tempo?
A cena tem semelhança impressionante com uma adolescente teclando o celular ou que olha as mídias sociais enquanto caminha descuidadamente. Mas a verdade é que o quadro foi pintado em torno de 1850-60.
O pintor da obra que vem intrigando estudiosos e curiosos em várias partes do mundo, é o austríaco Ferdinand Georg Waldmüller, e o nome da pintura intitula-se , “The Expected One”.
O cenário de viagem do tempo foi desencadeado no Twitter pelo funcionário aposentado do governo britânico, Peter Russell, em resposta a uma imagem semelhante a ser postada.
Ele disse: "O que mais me impressiona é o quanto uma mudança na tecnologia mudou a interpretação da pintura e, de certa forma, alavancou todo o seu contexto.
"A grande mudança é que em 1850 ou 1860, todo espectador teria identificado o item em que a garota é absorvida como um hinário ou livro de oração”.
“Hoje, ninguém poderia deixar de ver a semelhança com a cena de uma adolescente absorvida nas mídias sociais em seu smartphone".
Entende-se que a pintura, de fato, mostra uma menina que segura um livro de hinos enquanto anda enquanto o admirador dela aguarda.
O especialista em arte Gerald Weinpolter disse: "A menina nesta pintura de Waldmüller não está brincando com o seu novo iPhone X, mas está fora da igreja segurando um pequeno livro de orações em suas mãos".
Outros exemplos dos fenômenos incluem o que parece um iPhone em uma pintura que tem cerca de 350 anos de idade, que o chefe da Apple, Tim Cook, chamou de "evidência". Você, leitor do BLOG, o que pensa a respeito?

 Walther Alvarenga

Nenhum comentário