O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Televisão chinesa sai do ar durante discurso de Trump à nação.

Discurso de Donald Trump foi cortado pela TV chinesa que saiu do ar


Presidente elogiava e também questionava líderes chineses do passado
A televisão chinesa inexplicavelmente saiu do ar durante o discurso de Donald Trump à Nação, no exato momento em que o presidente elogiava e também questionava líderes chineses do passado. Foi um momento de constrangimento. E a pergunta é a seguinte: boicote aos EUA?
A cobertura teria sido cortada quando Trump estava discutindo a fabricação chinesa de Fentanil e de outros produtos sintéticos. Ele declarou: “Agora, infelizmente, é um relacionamento muito unilateral e injusto”.
Trump questionava líderes chineses do passado e sinal da TV foi cortado
"Infelizmente perdemos a alimentação. Mas eu não culpo a China. Afinal, quem pode culpar um país por se aproveitar de outro país em benefício de seus próprios cidadãos? Eu concedo à China um excelente crédito”.
"Mas na realidade eu culpo as administrações passadas por permitir que esse déficit comercial fora de controle ocorra e cresça”, alfineta Trump.
"A China pode consertar esse problema de forma fácil e rápida e eu estou convidando a China e seu grande presidente a trabalhar com mais sucesso”.
"Eu sei uma coisa sobre o seu presidente: se ele trabalhar com força, isso vai acontecer. "Não há dúvidas sobre isso."
As questões técnicas também estiveram presentes na Coréia do Norte quando a televisão de Pyongyang foi desligada antes do discurso de Donald Trump.
Coreanos pediam paz entre Trump e Kim Jong-un
Isso o controle que o líder Kim Jong-un tem sobre o reino do eremita.
Durante o discurso na capital sul-coreana, o presidente chamou a Coreia do Norte de "ameaça ameaçadora para o mundo com devastação nuclear".
O presidente atacou o regime do líder Kim Jong-un e pediu a "todas as nações responsáveis" para se unirem para deter a ameaça nuclear do Estado desonesto”.
Ele disse: "O mundo não pode tolerar a ameaça de um regime desonesto que o ameaça com a devastação nuclear. Todas as nações responsáveis ​​devem unir forças para isolar o regime brutal da Coréia do Norte - negar qualquer forma de apoio”, enfatizou Trump.
Milhares de manifestantes protestaram pela visita de Trump à Coréia do Sul. Manifestantes sul-coreanos reuniram-se na frente da Embaixada dos EUA em Seul antes da visita do presidente Donald Trump ao país.
Walther Alvarenga

 




Nenhum comentário