O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Caos na Grécia: greve provoca confronto entre polícia e manifestantes.

População contesta regime de austeridade no país
Desemprego leva 10 mil pessoas às ruas de Atenas, na Grécia.

A situação de calamidade pública revolta os trabalhadores na Grécia. A polícia grega disparou gás lacrimogênio em manifestantes fora do prédio do Parlamento, em Atenas, depois que manifestantes atiraram bombas e pedras contra policiais.
Mais de 10 mil pessoas participaram de uma manifestação nas ruas de Atenas para protestar contra uma nova rodada de medidas de austeridade no país, que afeta a vida de moradores.
Várias pessoas ficaram feridas durante os confrontos
Os legisladores no estado e membros da União Europeia apertam o cerco contra a Grécia, pela escassez de dinheiro para honrar compromissos. Nesta segunda-feira foi votado um novo conjunto de medidas de austeridade exigido pelos credores internacionais em troca de novos empréstimos de resgate.
As reformas de reestruturarão e benefícios familiares entram em crise no país, iniciando-se um novo processo para execuções hipotecárias sobre empréstimos vencidos, o que torna a situação da Grécia cada vez mais difícil. O momento é insustentável, gerando greves.
Bombas e fogo agitaram manifestações em Atenas
A economia grega foi mergulhada em crise após a crise financeira de 2007-2008 e buscou ajuda internacional em 2010 para evitar que o país falisse.
A Grécia já recebeu mais dois resgates de vários bilhões de libras para manter os serviços públicos em execução.
Polícia agiu com truculência contra manifestantes
O primeiro-ministro Alexis Tsipras foi eleito em 2015 depois de prometer acabar com medidas de austeridade incapacitantes, que eram uma condição dos resgates. Mas ele mais tarde se inscreveu em um novo pacote de £ 76 bilhões que expira em agosto.
O governo diz que precisa concordar com as últimas medidas de austeridade para receber a próxima parcela do dinheiro de resgate.
O desemprego no país endividado é de mais de 20% e os pensionistas viram sua receita cortada em mais de 30%.No domingo, milhares de ativistas anti-austeridade invadiram às ruas da capital grega em uma greve de 24 horas para expressar sua raiva na decisão do governo de concordar com seus credores de resgate.
Os vôos domésticos e o transporte de Atenas foram interrompidos e os navios permaneceram ancorados durante o dia. 
Walther Alvarenga

Nenhum comentário