O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Tiroteio em escola da Flórida deixa 50 alunos feridos. Há um morto.


Alunos em situação de perigo tentam sair da escola
Muitos alunos feridos dentro de escola secundária da Flórida
Até agora uma pessoa foi morta e há mais de 50 feridos depois que um homem armado abriu fogo na Marjory Stoneman Douglas High School, em Parkland, escola de ensino médio, na Flórida. A informação é do chefe do Departamento de Bombeiros, Dan Booke a imprensa.
Os dados são desencontrados, pois o Departamento de Bombeiros da Margate disse à CBS Miami que há entre 20 e 50 vítimas, enquanto o presidente da Coral Springs, Skip Campbell, afirma que houve "mortes múltiplas".
Os alunos feridos foram socorridos às pressas
O homem armado foi detido pela polícia, mas a sua identidade ainda não foi divulgada, de acordo com um porta-voz do Sheriff do Condado de Broward.
A polícia acredita que o suspeito seja um estudante da escola e disse que ele tem cabelo vermelho e sardas. Acredita-se ainda que ele seja membro do programa do Corpo de Treinamento dos Oficiais da Reserva do Exército dos EUA.
Momentos de tensão entre os alunos na escola
A polícia cercou Marjory Stoneman Douglas High School em Parkland, Broward County, e uma equipe SWAT foi enviada para tentar controlar a situação. O homem armado, que acredita estar usando uma máscara de gás, abriu fogo no momento que os estudantes estavam se preparando para sair.
A escola foi colocada sob o "código vermelho" à medida que o evento se desenrolava. Os estudantes se protegiam em salas de aula, enquanto outros foram vistos fugindo da cena.
A polícia foi reforçada e vasculhou o local
Uma âncora da CBS Miami disse: "Estou em contato com um aluno dentro da escola, escondido em um pequeno armário com muitos colegas de classe e seu professor de teatro”, relatou ao vivo. "Eles estão bem, mas eles estão assustados, como você pode imaginar".
Aluno socorrido e levado para hospital
Um pai em desespero contou que sua filha estava dentro da escola. "Minha filha está presa em um armário. Ela tem medo de falar. Eu disse a ela: 'Não me ligue, porque eu não quero que ninguém ouça sua voz'.
A Casa Branca confirmou que o Presidente Donald Trump foi informado sobre o incidente e ele escreveu: "" Minhas orações e minhas condolências às famílias das vítimas do terrível tiroteio na Flórida. Nenhuma criança, professora ou qualquer outra pessoa deveria se sentir insegura em uma escola americana ".
Momentos de pânico e socorro aos feridos
Parkland fica próxima da cidade de Fort Lauderdale. Os pais de estudantes nas escolas vizinhas, incluindo Sawgrass Banks Middle School e Westglades Middle School, estavam solidários com a situação.
Em um comunicado, o senador Marco Rubio disse: "Estamos monitorando a horrível situação de desdobramento no condado de Broward, Flórida, com relatos de tiroteio em uma escola secundária local".
A Casa Branca emitiu uma declaração, dizendo: "O presidente foi informado sobre o tiroteio na Flórida. Estamos monitorando a situação. Nossos pensamentos e orações são com os afetados".
O governador da Flórida, Rick Scott, disse no Twitter que tinha tido contato com autoridades locais sobre o incidente.
Walther Alvarenga


Nenhum comentário