O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Casamentos abençoados com armas de fogo causa revolta nos EUA

A cerimônia casou revolta, mas ato não foi cancelado.
Casais munidos de espingardas e fuzis, renovaram votos de casamento.

Em meio a discussões de desarmar a sociedade nos EUA, com a venda legal de armas de fogo em lojas especializadas, e devido aos ataques em escolas, a situação parece não incomodar os americanos, principalmente na Pensilvânia, onde uma tradição casamenteira chama a atenção do resto do mundo.

Padre abençoa armas de fogo durante cerimônia
Acredite, mas centenas de casais levaram nesta quarta-feira, espingardas e munições para uma cerimônia de renovação de votos de casamento numa igreja na Pensilvânia.

Durante as celebrações, os participantes usaram coroas com balas e mostraram as suas armas com orgulho, numa cerimônia sinistra, que causou polêmica, especialmente por acontecer duas semanas depois do tiroteio numa escola na Florida, onde um ex-aluno matou 17 pessoas com uma  AR-15.

Tradição da Pensilvânia deixa americanos revoltados
Quem participou deste estranho evento garante que as armas foram abençoadas e mesmo com alguns protestos, o padre e os casais se recusaram a cancelar a cerimônia, que já estaria planeada bem antes do acontecimento na escola da Flórida.

Evento acontece após matança na escola da Flórida
"Todos somos chamados a usar o poder do ferro, não para magoar ou oprimir, como tem acontecido nos reinos satânicos deste mundo, mas para proteger as crianças de Deus", disse um dos responsáveis pela igreja, citando a Bíblia.

Uma cena inusitada dentro de igreja nos EUA
"Se o treinador que correu para o edifício da escola para defender os seus estudantes do atirador com o seu próprio corpo tivesse o direito de usar uma arma, muitas vidas, incluindo a sua, poderiam ter sido salvas", continua.

Imagem que choca, mas que faz parte de tradição nos EUA.
A cerimônia contou com a presença de várias famílias e o que causou calafrios foi quando casais chegaram para a cerimônia carregando fuzis AR-15. Vai entender o que se passa na cabeça – mente – do americano. 

Walther Alvarenga

Nenhum comentário