O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornalistas na Rússia ameaçados por Vladimir Putin: grampo nos telefones e kackers.

Clima tenso entre jornalistas: Vladimir Putin pode bloquear informações.

Jornalistas preparados para que hotéis sejam grampeados. Clima tenso.
Os jornalistas que estão na Rússia para cobrir a Copa do Mundo podem enfrentar ameaças de ser alvo de ataques cibernéticos. Todo cuidado será de extrema importância, o que deixa a maioria em alerta.
O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ), organização internacional sem fins lucrativos dedicada à defesa da liberdade de imprensa, divulgou um alerta de segurança a todos os repórteres da Rússia sobre os jogos.
Eles alertam que os jornalistas devem estar preparados para que seus hotéis sejam grampeados e que os computadores e telefones sejam alvos de hackers.
Segundo a diretora de emergências do CPJ, Maria Salazar-Ferro, “A segurança digital é a principal preocupação de qualquer jornalista que viajar para a Rússia para cobrir a Copa do Mundo”, avisa.
"Todos os repórteres devem presumir que estão sendo monitorados pelas autoridades locais, embora aqueles que viajam de países ou trabalham com pontos de venda que tenham sido críticos em relação à Rússia tenham mais probabilidade de estar sob vigilância", enfatiza.
Segurança pode estar em risco nos centros de mídia
Embora as regras da FIFA tornem difícil para Vladimir Putin impedir que jornalistas individuais ou meios de comunicação específicos visitem o país para informar sobre os jogos, o CPJ acredita que há risco de assédio e até mesmo roubo de dados.
Comunicado aos jornalistas - Aviso emitido aos jornalistas diz: “Não conecte seus dispositivos a computadores desconhecidos e não use carregadores de telefone oferecidos a você por outras pessoas”.
“É comum que os quartos de hotel e as áreas públicas tenham problemas de som ou vídeo; tenha isso em mente quando estiver conversando ou usando um laptop”.
"Evite fazer login em contas pessoais ou contas que não sejam relevantes para o seu trabalho quando estiver na Rússia."
“Os pontos públicos de Wi-Fi, inclusive em seu quarto de hotel e em centros de mídia, são altamente prováveis ​​de serem comprometidos. Use um ponto de acesso móvel quando possível. ”
“Os jornalistas devem tomar as precauções necessárias para proteger suas informações e equipamentos apropriadamente, verificando seus perfis on-line, analisando a segurança de suas contas de e-mail e redes sociais e, idealmente, viajando com dispositivos limpos.”
A Rússia tem um histórico de restringir a liberdade dos jornalistas que eles acreditam não mencionar o Kremlin de uma forma positiva.
A Copa do Mundo começa na Rússia nesta noite com o jogo de abertura entre a nação anfitriã, Rússia, e a Arábia Saudita.
As preocupações com o tratamento de jornalistas estrangeiros ocorrem em meio a temores mais amplos sobre o tratamento de estrangeiros que viajam para a Rússia. 
Walther Alvarenga

Nenhum comentário