O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Fogo destrói Atenas. Grupo de 26 pessoas, abraçadas, entre os 74 mortos.


Fogo se espalha em Atenas causando mortes e desespero
  Incêndios mortais destroem casas, vilas e causa a morte de 74 pessoas.

A Grécia continua devastada por incêndios florestais ferozes, que se espalharam em torno da cidade de Atenas. Dezenas de pessoas perderam vidas quando as chamas propagaram mais rápido do moradores pudessem supor, causando mortes perto da praia de Mati.
Até o momento, pelo menos 74 pessoas foram mortas nos incêndios florestais que varreram a Grécia, já que as autoridades declararam estado de emergência. Cerca de 187 ficaram feridas.
Moradores abandonaram casas diante do fogo devastador
Um grupo de 26 pessoas foi encontrado, todos mortos - algumas dessas pessoas morreram abraçadas. A tragédia ocorreu perto da vila costeira de Mati, na manhã desta terça-feira, a 29 quilômetros a leste de Atenas.
O grupo, que incluía crianças, foi encontrado perto do topo de uma encosta, com vista para uma praia.Os devastadores incêndios florestais na Grécia atingem a vila costeira de Mati, 25 quilômetros a nordeste de Atenas.
Vilas foram queimadas e pessoas mortas
Uma imensa coluna de fumaça flutuando no ar pode ser vista a quilômetros de distância, onde as chamas devoram tudo à frente. Voos do aeroporto Eleftherios Venizelos, em Atenas, foram cancelados.
O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, declarou três dias de luto nacional na tarde de terça-feira, depois que o número oficial de mortos confirmou que os incêndios são os piores na história da Grécia em mais de uma década.
Incêndio mortal destrói tudo à frente
Equipes de resgate encontraram os corpos de 26 adultos e crianças "amontoados" em uma vila a poucos metros do mar.
Nikos Economopoulos, chefe da Cruz Vermelha da Grécia, disse: "Fui informado por um resgatador que ele viu a foto chocante de 26 pessoas amontoadas em um campo a cerca de 30 metros da praia".
Rodovias foram interditadas em Atenas
"Eles tentaram encontrar uma rota de fuga, mas infelizmente essas pessoas e seus filhos não conseguiram chegar a tempo", acrescentou.
Momento dramático para os bombeiros
Mais de 600 bombeiros estão enfrentando o incêndio, enquanto as autoridades locais anunciam que estão buscando assistência internacional. O papa estendeu sua "solidariedade sincera" às vítimas da tragédia.
A última vez que os incêndios devastaram a Grécia foi em 2007, quando 84 pessoas morreram, incluindo vários bombeiros. 
Walther Alvarenga


Nenhum comentário