O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Comissária salva 43 passageiros de avião em chamas na Rússia. Veja!

Elena Laputskaia salvou 43 passageiros da morte
Elena Laputskaia resgata pessoas de avião em chamas - Assista o vídeo!

Talvez você, leitor do BLOG, jamais ouviu falar de Elena Laputskaia. Essa aeromoça, de 41 anos, de origem russa, salvou 43 passageiros no voo da morte. Ela executou sozinha os procedimentos de evacuação, resgatando pessoas de um avião em chamas. Mas o que intriga é que sua bravura foi ignorada pelas autoridades da Rússia. Uma heroína nacional, mas o Presidente Vladimir Putin ficou em silencio.

O avião AN-24, operado pela companhia aérea Angara, onde Helena trabalha, fazia o trajeto de Ulan-Ude para a pequena cidade de Nijneangarsk, na Buriátia. Era um voo comercial, trajeto nacional, nas proximidades de Moscou.


Quando pousou o avião estava em chamas
O acidente com a aeronave surgiu pouco antes da descida quando um dos motores parou de funcionar e incendiou a cerca de 30 km do destino. Houve pânico entre os passageiros.
E lá estava Elena Laputskaia – comissária de bordo que tentava acalmar os ânimos mais exaltados. Segundos depois o avião estava em chamas.
O capitão, Vladimir Kolomin, e o técnico, Oleg Bardanov, morreram quase de imediato. O copiloto, que sobreviveu, escapou pela saída de emergência da cabine – quando a aeronave pousou na pista.
No avião em chamas estava apenas à comissária de bordo, Elena Laputskaia, e 43 passageiros.  “Ela fez o impossível”, descreveu a imprensa. Mas depois foi esquecida.
Para que você, leitor do BLOG, saiba da impetuosidade e coragem da comissária de bordo, aconteceu o seguinte:  
No impacto da descida, as portas de saída da aeronave emperraram. Laputskaia conseguiu arrombar as portas de emergência – e foi assim que quebrou três costelas e machucou uma perna. Levou apenas cinco minutos para evacuar toda a aeronave, incluindo os deficientes. Ela não teve ajuda de ninguém, acredite.
A comissária passou três semanas no hospital, “ainda se recuperando das costelas quebradas, e o hematoma na perna se recusa a ir embora”, disse sua mãe, Irina, em entrevista recente.
Elena Laputskaia  não espera receber medalhas do Presidente Vladimir Putin, embora os próprios passageiros a salvo disseram que ela é heroína nacional.
A comissária não está tendo o reconhecimento merecido, nem mesmo recebeu um telefonema de agradecimento. Laputskaia está na aviação há 18 anos e garante que não tem planos de parar.  (Walther Alvarenga)

(Veja como foi a impressionante descida do avião em chamas)




Nenhum comentário