O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Paramédica brasileira morre em Newark, nos EUA, vítima do coronavírus.

Liana Sá deixa comunidade brasileira consternada

 Liana transportava pacientes com Covid-19 e acabou sendo infectada


A comunidade brasileira da cidade de Newark, em New Jersey, está ressentida com a morte da brasileira Liana Sá, paramédica que transportava pacientes com Covid-19. A notícia do falecimento de Liana – vítima do coronavírus –, foi como uma bomba, afinal, ela era muito querida e prestativa, sempre atenta em ajudar pessoas.

Liana, natural de Cabo Frio, no Rio de Janeiro, residia há 10 anos nos EUA, na cidade de Newark, e como paramédica, estava incumbida de transportar pacientes infectados pelo coronavírus. E como a demanda tem sido muito grande – principalmente em Nova York –, a brasileira acabou contaminada.

Segundo amigos, ela trabalhava ininterruptamente – dia e noite –, mas, no último plantão sentiu-se mal e foi levada às pressas para o pronto atendimento do hospital – faleceu três dias depois.
Sonho de Liana era trabalhar como paramédica nos EUA
Quem era Liana Sá?

A brasileira trabalhou como professora de Educação Física na rede de ensino do estado do Rio de Janeiro, quando já demonstrava  solidária com os alunos.

Liana foi Pedagoga e trabalhou voluntariamente na ONG Viva Rio com treinamento em primeiros-socorros e meio ambiente.

Organizou planejamento de programas de treinamento e implantação de protocolo de emergência em 170 comunidades do município do Rio de Janeiro.

Ganhou prêmio internacional por esse projeto, como Instrutora de Primeiros Socorros e Coordenadora de Operações da Cruz Vermelha Brasileira, Instrutora de Suporte Básico a Vida National Safety Council USA.

Tinha um único sonho, morar nos EUA e se tornar uma paramédica. Isso não demorou muito e conseguiu realizar seu desejo. Valeu muito, Liana. Descanse em paz!

Walther Alvarenga

#NãoSaiadeCasa



Nenhum comentário