O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Visto de Estudante pode ser revogado nos EUA. Brasileiros ameaçados de expulsão!

Columbia University em Nova York
Não será  permitido estudar no país os estrangeiros com vistos F-1 e M-1 que estiverem em escolas com aulas 100% online. A determinação é do presidente Donald Trump e o visto de Estudante pode ser revogado


A situação mudou para quem solicitar hoje no Brasil o visto de Estudante nos EUA. Desde segunda-feira, com a medida de Donald Trump, não será mais permitido estudar no país os estrangeiros com vistos F-1 e M-1 que estiverem em escolas com aulas 100% online. Terão que deixar os EUA em agosto. Será o caso é de expulsão, segundo anunciou o ICE - Immigration and Customs Enforcement.

Trump foi contundente ao afirmar que, “estudantes que se encontram em escolas com aulas online devem deixar o país ou tomar medidas alternativas para manter o status de não imigrante”.  Com isso, o visto de estudante poderá ser revogado.

Trocando em miúdos, o presidente alega que se o aluno estrangeiro não frequentar aulas presenciais nas universidades não será mais aceito nos EUA.

Essa medida pegou muitos estudantes brasileiros de surpresa. O motivo? A grande maioria frequenta apenas cursos de inglês, onde as aulas são online. Isso não interessa mais ao governo americano. 

O governo vai permitir apenas que alunos com visto F (ensino acadêmico) cursem uma ou mais disciplinas online, mas não o programa inteiro. Já estrangeiros com o visto M (educação profissionalizante) ou que estejam no país para estudar inglês deverão fazer todas as aulas presencialmente.

O que na verdade Trump almeja é descartar estudantes e mão de obras estrangeiras, alegando que os americanos precisam de emprego, com os transtornos causados pela pandemia. A prioridade é para americanos, mesmo no campo estudantil.

Professores de cursos de inglês nos EUA e demais educadores estão se reunindo para encontra alternativas. Uma situação preocupante. A verdade é que mudaram-se as regras para visto de Estudante nos EUA.

Walther Alvarenga

#NãoSaiade Casa





Nenhum comentário